E assim foi a Geek City

249 Visualizações Deixe um comentário

Nos Estados Unidos dos anos 60, livros de ficção cientifica, histórias em quadrinhos e super – heróis, ganhavam cada vez mais evidência. Isso levou um grupo de amigos a reunir fãs e donos de bancas para uma pequena convenção chamada San Diego’s Golden State Comic-Minicon. A grana entrou, e no ano seguinte nomes importantes já começaram a marcar presença no evento. Anos mais tarde, o ser “nerd”, virou “cool” e as mesmas coisas que deram origem a primeira Comic Con, hoje fazem um estrondoso sucesso no mundo todo. No Brasil, diversos estados emplacaram grandes eventos, em Curitiba a Bienal de Quadrinhos, JediCon entre outros, já arrastam uma verdadeira legião de fãs. Neste ano, nós ganhamos mais uma grande convenção para nos orgulharmos, a Geek City.

Impressionar a primeira vista é algo realmente complicado, quando falamos da primeira edição de um evento então, tudo tem que sair perfeito. Nos dias 1, 2 e 3 de setembro Curitiba recebeu a primeira edição da Geek City, o evento prometia ser o maior ao sul das terras tupiniquins, e a julgar pela empolgação do público e toda a vibe criada, principalmente no final de semana, pode-se dizer que a promessa foi cumprida com sucesso.

Considerado por muitos um exemplo a ser seguido, em sua primeira edição o evento apostou em um formato pouco explorada até então em Curitiba, a Feira de Pavilhão, reunindo no centro de convenções do Expo Renaut, no Parque Barigui, diversas marcas que trouxeram grandes ações e também expuseram seus produtos. Este modelo de feira acaba afetando o publico de várias maneiras, seja na interação direta com as marcas, bem como enchendo os olhos de quem atravessou o pavilhão, cercado por produtos, para chegar ao palco principal. E foi lá que, André Vasco, ex VJ da MTV, comandou um descontraído bate papo com grandes atrações internacionais como Millie Bobby Brown, a Eleven de Stranger Things, que carregou uma verdadeira legião de fãs para os dois dias que participou da feira, além de Azim Rizk e Ciara Hanna, o Ranger Verde e a Ranger Amarela de Power Rangers Mega Force, representando Curitiba, nossos parceiros do Conselho Jedi Paraná e a Gibiteca de Curitiba, mostraram por que somos considerados o segundo polo mais consumidor de Cultura Pop do Brasil. A arena de games foi um verdadeiro show aparte, organizado em parceria com a ESL, uma estrutura, inédita por aqui, foi montada para receber as finais de CS:GO, League of Legends e Clash Royale.

Inovações e qualidade que deixaram muitas pessoas achando 3 dias pouco para um evento deste porte, mostrando disposição a organização conseguiu construir uma atmosfera totalmente diferente e por isso ganhar destaque no cenário atual. Vale lembrar aqui, que o grande sucesso da Geek City, não compete com outros grandes eventos da cidade, como a Bienal de Quadrinhos ou a JediCon, que podem manter suas identidades e convicções, Curitiba respira quadrinhos, filmes, séries e games diariamente e quanto mais eventos, mais encontros, por maiores ou mais íntimos que forem, os verdadeiros fãs da cultura pop vão agradecer e continuar consumindo, afinal de contas, We Are Nerds! 😉

Biografia do Autor

Thompsom Sigel

Pesquisador e consumidor assíduo da cultura pop, nerd, viciado em cinema, apaixonado por quadrinhos, maluco por musica e com uma longa bagagem cultural. Este sou eu, publicitário e criativo. Com a pretensão de trabalhar com aquilo que gosta e a sensação de ter escolhido a área certa para isso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *